HIPOCRISIA É O LANCE DA FAMÍLIA – Por Everton Luiz Cidade

EU NÃO POSSO ACEITAR QUEM JUSTIFICA A MALDADE COMO EMPREGO

EU NÃO POSSO ACEITAR QUEM JUSTIFICA A INOCÊNCIA COMO LEIGO

O PODER POR MENOR QUE SEJA É O OPOSITOR DA BELEZA

EU NÃO POSSO ACEITAR QUEM JUSTIFICA A SELVAGERIA COMO FRANQUEZA

EU NÃO POSSO ACEITAR QUEM SE INOCENTA DO CRIME PELO REMORÇO

EU NÃO POSSO ACEITAR MAS ACEITO

POR QUE ACEITO O MILAGRE COMO TRUQUE

POR QUE ACEITO QUE SE TENHA AMOR ENTRE TORTURADORES

POR QUE ACEITO QUE O DESCONHECIDO SEJA DESVALIDO

POR QUE ACEITO QUE O TESÃO SEJA O DEUS MAIOR DOS PREDADORES

POR QUE ACEITO EM MINHA MESA A CAÇA DOS CAÇADORES

POR QUE EU SOU O REI HIPÓCRITA DOS INALADORES

SOU O PERVERSO IMERSO NA CARÊNCIA ALHEIA

SOU O SANTO MANIQUEÍSTA DOS ACOLHEDORES

SOU QUEM SE RESSENTE DAS DORES

SOU O LIBERTADOR PANFLETÁRIO QUE CERCEIA

SOU O BONDOSO RANCOROSO

O PRIMOROSO SANITARISTA ATIVISTA

CHEIO DE MANHA E MALÍCIA

SOU O SALVADOR CARRERISTA

ESPLENDOROSO CRITERIOSO QUE EXPÕE O JÁ EXPOSTO

ISSO POSTO A TRAIÇÃO É LÂMINA DE GOSTO.

 

EVERTON LUIZ CIDADE

Everton Cidade

Everton Luiz Cidade é poeta. Autor de Santo Pó/P, O Bonde Transmutóide e QuiÓ. É vocalista da banda Siléste.