Na Semana da Pessoa com Deficiência, o Teatro Dante Barone apresenta o monólogo “Ícaro”, com Luciano Mallmann

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul realiza no dia 28 de agosto, às 19 horas, no Teatro Dante Barone, o espetáculo Ícaro. Criado e interpretado pelo ator Luciano Mallmann, o monólogo sobre a diversidade humana marca a Semana da Pessoa com Deficiência na Assembleia Legislativa. O espetáculo, recomendado para maiores de 16 anos, tem entrada franca, com distribuição de 500 senhas de acesso a partir das 18 horas. O Teatro possui também onze lugares para cadeirantes.

Dirigido por Liane Venturella e trilha sonora de Mônica Tomasi, o monólogo “Ícaro”, que mistura ficção e realidade, é interpretado pelo ator Luciano Mallman, que dá vida a depoimentos ficcionais de cadeirantes – homens e mulheres. Com design de luz de Fabrício Simões e produção executiva de San Lopez Produções,  o trabalho marca a estreia de Luciano como dramaturgo. Tem como inspiração suas próprias experiências e as de pessoas que conheceu depois que se tornou paraplégico.

Trajetória
A história de superação do ator cachoeirense Luciano Malmann, trabalhando com a temática da pessoa com deficiência, começou a partir do acidente em que ele sofreu uma lesão na medula, ao cair durante uma acrobacia aérea em tecido, no Rio de Janeiro.

Antes do acidente, Luciano Malmann já havia desenvolvido uma intensa trajetória no teatro. Trabalhou na Cia. Das Índias, dirigido por Zé Adão Barbosa em 1991. Participou dos espetáculos A Gata Borralheira (1991); Ai de Ti, Dorothy Parker (1992); O Despertar da Primavera (1993) e Love Hurts (1996).

O ator mudou-se para o Rio de Janeiro em 1996, quando participou da Oficina de Atores da Rede Globo e do espetáculo A Dama do Cerrado, de Mauro Rasi. Também integrou o elenco de Sweet Charity Poker Show (1998), Rock Horror Picture Show (1999) e Rio’s Cabaret Musical (2000) – todos dirigidos por Carlos Leça. Atuou ainda em Ela Brasil (2001), Os Duelistas (2001), Sonhos de Einstein (2004) e O Circo Fantástico (2004). No cinema, atuou nos curtas-metragens O Caso do Linguiceiro (1995), Bola de Fogo (1996) e no longa Bio, de Carlos Gerbase, que integra a programação do 45º Festival de Cinema de Gramado. Na TV, participou das novelas Mandacarú (1997), dirigida por Walter Avacini na extinta TV Manchete e Meu Bem Querer (1998), dirigida por Marcos Paulo na TV Globo.

SERVIÇO

ÍCARO
Monólogo com Luciano Mallmann
Segunda feira, dia 28 de agosto de 2017, às 19 horas
Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS – Praça Marechal Deodoro, 101- Centro Histórico – Porto Alegre/RS
Entrada franca mediante retirada de senha a partir das 18 horas
Informações: (51) 3110 2934 ou www.al.rs.gov.br/dc

Fonte: Assembleia Legislativa do RS
Foto: Fernanda Chemale