Circuito Nacional Palco Giratório 2017 leva espetáculos a Lajeado

O município de Lajeado está entre as cidades gaúchas contempladas com a circulação dos espetáculos do Palco Giratório Sesc. Em 2017, ano em que o Circuito Nacional Palco Giratório chega à sua 20ª edição, os lajeadenses terão a oportunidade de conferir as apresentações de “Abrazo”, “Os Mequetrefe”, “Lete” e “Hamlet: Processo de Revelação”, entre os meses de abril e outubro. Mais informações podem ser obtidas junto ao Sesc Lajeado, pelo telefone (51) 3714-2266, no site www.sesc-rs.com.br/lajeado e na página www.facebook.com/sesclajeadors.

A primeira apresentação acontece no dia 28 de abril, às 15h, com a peça infanto-juvenil “Abrazo”, do grupo Clowns de Shakespeare, de Natal (RN). No dia 5 de junho, é a vez do espetáculo de circo “Os Mequetrefe”, da CIA Parlapatões (SP). Já no dia 1º de agosto, o público poderá conferir a montagem “Lete”, Beradera Companhia de Teatro (RO), que retrata a história de um dos maiores rios do Brasil, o Madeira, conhecido também pela tragédia que matou muitas comunidades ribeirinhas durante a enchente de 2014. Em outubro, é a vez de “Hamlet: Processo de Revelação”, do Coletivo Irmãos Guimarães (DF), com uma linguagem totalmente jovial encenando a história a partir da famosa frase “ser ou não ser, eis a questão”. Confira abaixo o cronograma completo.

CIRCUITO NACIONAL PALCO GIRATÓRIO
Em sua 20ª edição (2017), o Circuito Palco Giratório é considerado o maior projeto de circulação nacional das artes cênicas. O Palco Giratório apresenta espetáculos simultâneos, percorrendo todos os estados brasileiros e contribuindo para uma política de descentralização e difusão das produções cênicas no país. A cada ano, novos grupos teatrais são avaliados para entrar no projeto, em um trabalho que envolve técnicos da área de cultura do Sesc em todo o país. Além das apresentações principais, o evento conta com atividades paralelas junto ao público, como o Pensamento Giratório, espaço aberto ao público para reflexão e discussão sobre o trabalho e pesquisa dos grupos itinerantes; as Aldeias, mostras locais de artes cênicas e outras manifestações culturais, além de oficinas e intercâmbios, encontros de grupos locais com os grupos integrantes do circuito para troca de ideias.

Circuito Nacional Palco Giratório 2017 – Lajeado
Espetáculo “Abrazo” – Grupo Clowns de Shakespeare (RN)

Data: 28/04
Horário: 15h
Local: Teatro do Sesc (Rua Silva Jardim, 135)
Sinopse: Segunda parte da trilogia que compõe o projeto de pesquisa latino-americano, Abrazo é uma obra voltada para o público infanto-juvenil, que pode ser assistido por crianças e adultos de todas as idades. Num lugar em que não é permitido abraçar, personagens atravessam um quadrado contando histórias de encontros, despedidas, opressão, exílio e, porque não, de afeto e liberdade. O espetáculo feito sem a palavra oral, conta com uma trilha sonora especialmente composta para a cena e com o vídeo de animação para narrar essa aventura inspirada em “O Livro dos Abraços”, de Eduardo Galeano.
Ingressos: Entrada gratuita mediante reserva pelo telefone (51) 3714-2266.

Espetáculo “Os Mequetrefe” – Cia Parlapatões (SP)
Data: 05/06
Horário: 19h30
Local: Teatro CEAT (Rua Alberto Torres, 219)
Sinopse: A inspiração de Os Mequeterefe foi a obra do inglês Edward Lear, ilustrador e poeta inglês, que criou o termo nonsense. Os Parlapatões convidaram o diretor Alvaro Assad, da carioca Cia. Etc e Tal e que dirigiu A Noite dos Palhaços Mudos (Cia. La Mínima) para dirigir o roteiro elaborado por Hugo Possolo, visando promover um intercâmbio artístico entre dois grupos que trabalham o cômico em vertentes diferentes, a mímica e a palhaçaria. Em Os Mequetrefe quatro palhaços que, não por acaso, se chamam Dias, vivem a jornada de um longo e divertido dia. Do despertar à hora de ir dormir, revelam como a desconstrução da lógica cotidiana pode abrir espaço para outras maneiras de encarar a vida. Vivendo situações bem comuns esses cidadãos nada comuns provocam uma série de confusões tão hilárias quanto poéticas.

Espetáculo “Lete” – Beradera Companhia de Teatro (RO)
Data: 1º/08
Sinopse: Lete, na mitologia grega, é o rio do esquecimento. É ele quem apaga nos homens as suas vidas
passadas. Esta peça, que estreou em maio de 2013 – antes da cheia histórica do rio Madeira, que ultrapassou em dois metros a última marca registrada e afogou comunidades ribeirinhas inteiras – reflete, em um ambiente ficcional, sobre os diversos ciclos migratórios que moldaram a cidade de Porto Velho, culminando com o ciclo das usinas hidrelétricas. A peça lança luz sobre as vozes não ouvidas nestes processos econômicos e evidencia a memória que se esvai nas águas velozes e violentas do rio. Quatro atores-narradores se revezam em mais de vinte personagens em uma trama construída sobre cem anos de história concentradas em uma.

Espetáculo “Hamlet: Processo de Revelação” – Coletivo Irmãos Guimarães (DF)
Data: 19/10
Sinopse: A montagem propõe uma adaptação radical: um ator em cena, o próprio dramaturgo, Emanuel Aragão, que tenta reconstruir a narrativa de Shakespeare em um diálogo direto e aberto com a plateia. Em uma troca constante com a “performance art”, o espetáculo busca a concretização cênica do percurso trágico da personagem: uma junção da dimensão do performer à do príncipe da Dinamarca. E a busca pela resposta à pergunta: é possível que o ator atravesse, de fato, a trajetória da personagem?

Fonte: Usina Sesc de Notícias
Foto: Pablo Pinheiro