Confira as atrações desta semana no 18º Porto Verão Alegre

Nesta semana, de 06 a 09 de fevereiro, segunda a quinta, estarão em cartaz os seguintes espetáculos na programação do 18o Porto Verão Alegre: Guri de Uruguaiana, Manual Prático da Mulher Moderna, Danke, A Mecânica do Amor, O que terá acontecido a Baby Jane?, Goela abaixo ou Por que tu não bebes? e Comédia Urbana: #Xuragou.

 

Guri de Uruguaiana

Datas: 06,07 e 08 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Teatro da AMRIGS, Av. Ipiranga, 5311

Sinopse:

Estas são as últimas apresentações deste show do humorista que, em março, lançará um show novinhos!! Através de seus personagens, Jair Kobe conta histórias envolvendo as diferentes versões para o clássico Canto Alegretense e outros causos de sucesso. Sempre acompanhado do seu fiel escudeiro Licurgo, “o gaúcho emo” – que agora anda de skate, dança a chula e toca bateria – o Guri de Uruguaiana está com a mala de garupa recheada de surpresas dos seus personagens: o “Guri Marley”, o “Guri Teló” e o The Guritles, já consagrados pelo público.

Ficha Técnica:

Guri de Uruguaiana: Jair Kobe
Licurgo: Vitor Leal
Bailarinos: Felippe dos Santos Brazeiro e Nestor dos Reis
Iluminação: Vinicius Bernardoni e Vinicius Silveira Correa
Técnico de som: Paulo Valentim Correa

Duração: 80 minutos
Classificação:
Livre


Manual Prático da Mulher Moderna

Datas: 07,08 e 09 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Centro Histórico-Cultural Santa Casa, Av. Independência,75

Sinopse:

Nesta comédia, três Doutoras em Modernidade feminina desenvolvem a tese “O Comportamento Feminino Moderno diante da Crise”. A peça questiona, com bom humor, a capacidade da mulher moderna de conciliar os papéis de filha, mãe, esposa, amiga, amante, magra e profissional. O Manual prático da Mulher Moderna convida homens e mulheres a rirem de si mesmos de forma leve e cheia de surpresas.

Ficha Técnica:

Direção: Patsy Cecato
Texto: Patsy Cecato (com a colaboração de Márcia Ohlson, Patrícia Soso e Xica Campagna)
Elenco: Luciana Domiciano, Mariana Del Pino, Nina Eick e Rafael Albuquerque
Iluminação: Bruna Immich
Sonoplastia: Ismael Goulart
Produção Executiva, Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Gustavo Saul
Coordenação de Produção: Patsy Cecato
Realização: Complexo Criativo Cômica Cultural

Duração:
80 minutos
Classificação: 14 anos

Danke

Datas: 07,08 e 09 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Sala Álvaro Moreyra, Av. Érico Veríssimo, 307

Sinopse:

O espetáculo é baseado no texto “Eu, Ulrike? Grito…” de Dario Fo e Franca Rame, e é o testemunho da jornalista e ativista alemã Ulrike Meinhof, dos quatro anos sobrevividos na prisão. Isolada e privada do sensorial em uma cela branca, a prisioneira volta-se para si própria e depara-se com seu duplo, a carcereira, que transita entre o real e o imaginário.  

No dia 9 de maio de 1976, a terrorista alemã Ulrike Meinhof foi encontrada morta na sua cela de número 719 na prisão de Stuttgart-Stammheim. Ao lado de Andreas Baader e Gudrun Ensslin, ela havia sido condenada por liderar a Fração do Exército Vermelho – RAF. O grupo terrorista foi responsável por atentados a bomba e assaltos a bancos na então Alemanha Ocidental, que acusava de ‘Estado fascista’ 

Ficha Técnica:

Autores do texto: Dario Fo e Franca Rame
Idealização e concepção: Juliana Kersting
Preparação e orientação das atrizes: Denis Gosch
Atuação: Juliana Kersting e Daniela Dutra
Iluminação e operação de luz: Leandro Gass
Operação de som: Denis Gosch
Produção e Realização: M.A.Cia – teatro, dança e assemelhados

Duração: 50 minutos
Classificação: 14 anos

A Mecânica do Amor

Datas: 07,08 e 09 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Teatro Renascença, Érico Veríssimo, 307

Sinopse:

Em meio à rotina inconstante de trabalho, os mecânicos Jambolão e Caneta buscam entender sua posição no mundo, as mulheres, a Internet e o contemporâneo sob o vértice nu e cru do universo masculino. Envoltos em seus afazeres, felizes e satisfeitos com suas vidas, seguem na luta para ganhar a vida quando recebem a visita de Ricky, político investigado, e de Anselmo, seu amigo lobista. Homens de distintas classes sociais, posições profissionais e ambições, são mesmo tão diferentes assim?

O espetáculo busca o questionamento do homem, sem papas na língua, homens falando de homens, expondo-se nas mais diversas situações. A ansiedade masculina num espectro social, a necessidade absoluta e irrefutável do vencer e o pavor do fracasso.

Ficha Técnica

Texto e direção: Julio Conte
Elenco: Fabrizio Gorziza e Lucas Sampaio
Iluminação: Fabiana Santos
Cenografia: Kiko Angelim
Figurino: Thaís Partichelli
Fotos: Jéssica Barbosa

Duração:
60 minutos
Classificação
: 14 anos

O que terá acontecido a Baby Jane?

Datas: 07,08 e 09 de fevereiro
Horário: 20h
Local: Teatro do SESC, Av. Alberto Bins, 665

Sinopse:

Inspirado no filme de 1962, dirigido por Robert Aldrich, baseado no livro homônimo de Henry Farrell, o diretor traz à cena a terrível história das irmãs Hudson. Jane Hudson é uma artista que, quando criança, ficou famosa e conhecida como Baby Jane. Depois de um acidente, ela caiu no ostracismo e, já adulta, vive trancafiada na casa que divide com sua irmã Blanche. Destinada a voltar aos palcos, a atriz vai tentar retomar o personagem que a fez famosa – nem que para isso precise passar por cima de algumas pessoas bem próximas.

Ficha Técnica:

Direção: Zé Adão Barbosa
Elenco: João Carlos Castanha, Lauro ramalho e Caio Prates
Trilha sonora: composta por Everton Rodrigues, tendo como base o tema principal do filme composto por Franck De Vol.
Iluminação: Ricardo Vivian

Duração: 70 minutos
Classificação:
12 anos

Goela abaixo ou Por que tu não bebes?

Datas: 07,08,09,10,11 e 12 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Teatro de Arena, Av. Borges de Medeiros, 83
5

Sinopse:

Um dos mais longevos sucessos do teatro gaúcho, em cartaz há 12 anos, essa comédia dramática é ambientada em uma cervejaria decadente do Leste europeu. Nos anos 1970, conta a história de um mestre-cervejeiro que tenta embriagar seu funcionário Vanek, para dele extrair informações úteis para o regime comunista. O público acompanha as duas personagens conforme elas vão se embriagando, o que cria situações inesperadas e muito divertidas. A comédia que fala de delação, solidão e perseguição política.

Ficha Técnica:

Direção: Marcelo Ádams
Atuação: Marcelo Ádams E Margarida Peixoto
Figurinos: Rô Cortinhas
Cenografia e Trilha sonora pesquisada: Marcelo Ádams
Iluminação: Wagner Duarte
Produção: Cia Teatro ao Quadrado

Duração:
80 min
Classificação:
12 anos

Comédia Urbana: #Xuragou

Datas: 09 e 10 de fevereiro
Horário: 21h
Local: Teatro da AMRIGS, Av. Ipiranga, 5311

Sinopse:

O novo espetáculo é dinâmico e equilibrado, intercalando músicas, personagens, sketcks e interações com público, além de improviso. Dudu Weber faz o personagem Edinilson Guerreiro, um motorista de ônibus. Saulo Chielle traz ao espetáculo o personagem Gauchão de Apartamento. E Índio Behn apresenta o personagem Zé Mundícia, um mendigo presidente do sindigo.

Ficha Técnica:

Direção: Eduardo Mendonça
Elenco: Dudu Weber, Índio Behn e Saulo Chielle

Duração: 70 minutos
Classificação: 14 anos


SERVIÇO:

OS TEATROS escolhidos para sediar os espetáculos são:

O Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Independência, 75), o Instituto Ling (Rua João Caetano, 440), o Teatro de Arena (Av. Borges de Medeiros, 835), Teatro da AMRIGS (Av. Ipiranga, 5311),Teatro Novo DC (Rua Frederico Mentz, 1561), o Teatro Renascença, a Sala Álvaro Moreira (Av. Érico Veríssimo, 307),Teatro Renascença, o Theatro São Pedro (Praça Mal.Deodoro SN- Centro Histórico), Teatro do Sesc (Av. Alberto Bins, 665).

OS INGRESSOS continuam tendo preço promocional.

Valores:

No Teatro: R$40 inteira

R$32 Clube ZH e Banricompras

R$20 idoso e estudante

R$20 Teatro infantil

Antecipado R$30 inteira

R$24 Clube ZH e Banricompras

R$20 idoso e estudante

R$20 Teatro infantil

Observações:

Na compra de ingressos antecipados será aceito dinheiro e Banricompras – débito.

Nos teatros, apenas dinheiro.

Clube do Assinante ZH e Banricompras: desconto válido para titular e um acompanhante

(2 ingressos por peça).

Estudantes devem apresentar documento comprovando relação atual com instituição de ensino, conforme Leia da Meia Entrada. A lei entrou em vigor em 01/12/2015, decreto nº 8.537 de 5 de outubro de 2015, que regulamenta a nova lei da meia-entrada (Lei n° 12.933/2013) e o Estatuto da Juventude (Lei n° 12.852/2013).

PONTOS DE VENDA:

A compra antecipada dos ingressos pode ser feita em dois tradicionais pontos de venda: no 3o andar do Praia de Belas Shopping, de segunda a sábado, das 10h às 22h, domingos das 13h às 19h. No Casarão Verde – loja 133 – do DC Shopping – de segunda a sexta, das 10h às 19h. Além disso, foram confirmados mais dois pontos de venda: na Loja Multison do Shopping Iguatemi (térreo), de segunda a sábado, das 10h as 22h e domingo das 14h as 20h, e Loja Multison na Av. Andradas, 1001, de segunda a sexta, das 9h as 18h, de sábados das 9h as 13h.

As vendas também acontecem pela Internet, pelo site http://portoveraoalegre.myticket.com.br/ (com cobrança de uma taxa de 20% sobre o valor do ingresso), e com antecedência de 24 horas em relação à data do espetáculo. Para compras pela internet, os únicos descontos que valem são referentes à Lei Federal da meia entrada.

Os ingressos também podem ser adquiridos na bilheteria de todos os teatros, no dia em que acontecem os espetáculos, duas horas antes do horário de início, se sobrarem ingressos.

O espetáculo apresentado no Teatro do Bourbon Country, Alcemar a Mascada Perdida, nos dias 15 e 16 de fevereiro, somente será vendido na bilheteria do local na Av. Túlio de Rose, 80. Os horários para compra antecipada são de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 14h às 20h. Na hora, é possível comprar ingressos com preço de antecipado até duas horas antes do espetáculo e se sobrarem ingressos da venda antecipada.

O 18º Porto Verão Alegre é apresentado por Banrisul e Zaffari, juntamente com o Ministério da Cultura, e tem patrocínio de DLL e Pan Fácil.

Sobre o Porto Verão Alegre:

A geração de mil empregos diretos, e tantos outros indiretos, retrata um lado pouco destacado de uma iniciativa que chega ao 18º ano em 2017 e que foi responsável por mudar o hábito dos gaúchos no verão. A realização ininterrupta do Porto Verão Alegre durante 18 anos também é responsável pela disseminação da ideia de que teatro é para todos. Com uma audiência cativa e formada por pessoas entre oito e 80 anos, vindas de diversas cidades do Estado, o Porto Verão Alegre – que passou a incluir outras atividades artísticas paralelas de literatura, artes plásticas e cinema, além de gratuitas, ao longo dos anos – já atraiu mais de meio milhão de pessoas, média de 40 mil pagantes por edição, e que vem aumentando ano após ano. O Porto Verão Alegre é um projeto privado realizado pela Mezanino Produções, liderada pelos atores Rogério Beretta e Zé Victor Castiel, e pela Mais Além, dirigida por Cláudia Dmutti.

Por: Grazieli Binkowski