Aula Inaugural de Formação de Mediadores de Leitura em Canoas

A Casa das Artes Villa Mimosa (avenida Guilherme Schell, 6270), espaço cultural da cidade, será o palco para a Aula Inaugural de Formação de Mediadores de Leitura, que acontece no próximo dia 7, das 14h às 17h. Destinada aos novos integrantes do Projeto Leitura nas Praças, a aula contará com uma oficina de poesia e bate-papo com o escritor Diego Petrarca. Os Mediadores de Leitura estarão também integrados às ações do Natal da Transformação. No dia 10, a partir das 17h30, dois grupos farão o trabalho de mediação, com contação de histórias e dicas literárias no Calçadão do Centro de Canoas, e na Praça da Emancipação.

Foto: Gustavo Garbino
Foto: Gustavo Garbino

Sobre o escritor

Diego Petrarca é nascido em Porto Alegre. Professor de Literatura e mestre em Teoria Literária – Escrita Criativa, é autor de “Nova música nossa” (crônicas, 1998), “Via Cinemascope” (poesia, 2004) e “Vento e Avenca” (haicais, 2012), entre outras obras que renderam-lhe premiações em vários concursos literários. Integrou também mais de 10 antologias. Atualmente, trabalha em projetos como leitura em público, produção de eventos e jornalismo literário. Ministra ainda oficinas literárias em órgãos de cultura, além de apresentar programa de poesia e música na rádio Putzgrila.

Seleção está em aberto

Também até o próximo dia 7 de dezembro, estarão abertas as inscrições para seleção de 20 novos Mediadores de Leitura que atuarão no município em 2016. O edital com as informações para a seleção estão disponíveis no http://canoas.rs.gov.br/site/licitacao/visualizar/id/103656. O projeto “Mediadores de Leitura” é uma ação que faz parte do Projeto Cidadania e Leitura e e é  ligado diretamente ao Programa Nacional de Incentivo à Leitura, por meio do Comitê do PROLER/Canoas. Em mais de um ano de atuação em Canoas, os mediadores atenderam, pelo menos, dez mil pessoas em suas ações de promoção e de incentivo à leitura com contação de histórias e acessibilidade ao livro, circulando mais de mil obras literárias. Outro projeto de Canoas, as Bibliopraças, se mostraram como uma excelente ferramenta de atuação dos Mediadores, acentuando o contato da população com o livro e com o hábito da leitura.

 

Por: Daniel Soares – PMC